Pesquisar este blog

Loading

Destaques - Leitura indispensável

  • Estou cansado!
    Um desabafo com o Pr. Ricardo Gondim
  • O posicionamento da IURD
    Minha resposta à posição de Edir Macedo
    sobre o aborto
  • O entristecer e o extinguir o Espírito Santo de Deus
    Uma ótima mensagem de Takayoshi Katagiri
  • A mulher samaritana, Coca-Cola e Jesus
    Uma excelente reflexão com o Pr. Ricardo Gondim
    sobre tratar o Evangelho de Cristo como um produto e propaganda de marketing
  • Quando o sacrifício de Jesus não vale nada!
    Uma ótima reflexão com o Pr. Luiz Carlos Alves
    sobre a fé e superstições
  • Morra, para que outros possam viver
    Uma excelente reflexão sobre o tipo de evangelho que
    tem sido pregado hoje, com Juliano Son do Ministério Livres para Adorar

Obrigado pela sua visita! E não deixem de comentar os artigos!!!

sábado, 20 de dezembro de 2008

A graça de Deus


A nossa conversão é marcada por diversas mudanças, e uma das mais evidentes é a nossa maneira de falar. Adotamos um novo vocabulário, porque é impossível ter um encontro com Deus e não adotar uma nova maneira de falar e de se identificar como cristão.
Quando estamos enfrentando uma situação muito difícil temos o hábito de usar a frase SÓ A GRAÇA!

Muitas pessoas usam essa frase simplesmente por hábito, porém aquelas pessoas que realmente conhecem a Deus sabem do que a GRAÇA é capaz.

Tem horas que só a graça.

II Corintios 12:7-9

7 E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar.

8 Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim.

9 E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo”

Nesse momento tão difícil para Paulo, a única coisa que Ele houve de Deus é a Minha graça te basta (v9).

Muitas pessoas não tomam posse dessa graça, e muitas vezes crêem que esse versículo é uma desculpa para pastor num aconselhamento e muitos não entendem a profundidade dessa declaração. Muitas vezes ficamos esperando uma revelação espiritual para revelar como solucionar tudo o que nos aflige.

Ficamos sempre esperando por um grande avivamento e de repente Deus diz:

A MINHA GRAÇA TE BASTA.

Vamos entender o que é essa graça e o que ela produz.

Efésios 2:5-8

5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos),

6 E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;

7 Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus,

8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus”

Temos nesse versículo a graça sendo apresentada como inesgotável, uma graça que não faz acepção de pessoas, como uma graça de alcance ilimitado, como uma graça restauradora. Ela nos salva e nos restaura.

Quando eu tenho a graça de Deus, eu tenho muito mais do que imagino. Ela é o perdão, é o favor, é a nova chance que Deus nos dá mesmo quando não merecemos.

A graça de Deus nos acompanha e ela é a razão de não sermos consumidos.

Deus sabe todos os dias o que se passa em nosso coração e na nossa mente, se dependêssemos de nossos acertos não estaríamos aqui hoje. Se hoje estamos aqui é porque temos a graça de Deus.

Deus é amoroso, misericordioso e bondoso e isso tem feito milhões de pessoas se reunirem em torno da graça, em torno de Cristo. Mesmo numa multidão Deus nos conhece pelo nome.

O Senhor quer hoje que cada um de nós conheça a plenitude dessa graça.

Muitas pessoas estão sempre nos cultos, ouvem a palavra, mas não conhecem e não a experimentaram.

Mateus 27:23

“O presidente, porém, disse: Mas que mal fez ele? E eles mais clamavam, dizendo: Seja crucificado.”

Muitas pessoas acreditaram que esse seria o fim de Jesus. Pessoas que não entendem que esse não foi o fim de Jesus, mas sim o começo da Sua obra e do propósito divino.

A cruz foi uma ambição para Jesus Cristo, Ele veio para a Terra sabendo que ia enfrentá-la. Ela foi também um meio pelo qual todos os fins divinos foram alcançados. A cruz justifica os fins, Ele desejou a cruz, ela era Seu objetivo.

A cruz inaugurou o tempo da graça, antes da crucificação os homens não conheciam a graça de Deus, o povo conhecia somente as leis de Deus.

A crucificação foi o maior evento de toda a história. Diante da cruz e da graça, existem cinco grupos de pessoas. Você precisa entender o quanto precisa da graça.

1º grupo

João 19:23-24

"23 Tendo, pois, os soldados crucificado a Jesus, tomaram as suas vestes, e fizeram quatro partes, para cada soldado uma parte; e também a túnica. A túnica, porém, tecida toda de alto a baixo, não tinha costura.

24 Disseram, pois, uns aos outros: Não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será. Para que se cumprisse a Escritura que diz: Repartiram entre si as minhas vestes, E sobre a minha vestidura lançaram sortes. Os soldados, pois, fizeram estas coisas”

Esses soldados representam pessoas que estão próximas da graça, andam lado a lado com ela, mas são materialistas. Eles viveram o momento mais importante da história, eles tocaram em Jesus, tiveram a chance de receber toda a graça.

São como aqueles que tiveram a chance de ouvir as palavras de Jesus e entender Seu ministério, e simplesmente olharam para a capa. São pessoas que estão próximas da graça e só conseguem olhar para aquilo que podem extrair de Jesus, dão mais valor para coisas materiais do que para as coisas eternas. Pessoas que querem receber tudo de Deus, mas não querem nenhuma aliança com a Sua graça.

Você não deve pensar em tirar da Igreja, mas em trazer para a Igreja.

Provérbios 30:15

“A sanguessuga tem duas filhas: Dá e Dá. Estas três coisas nunca se fartam; e com a quarta, nunca dizem: Basta!”

O “chupim” precisa da graça de Deus porque ele ainda não entendeu nada.

2º grupo

Mateus 27:39-44

39 E os que passavam blasfemavam dele, meneando as cabeças,

40 E dizendo: Tu, que destróis o templo, e em três dias o reedificas, salva-te a ti mesmo. Se és Filho de Deus, desce da cruz.

41 E da mesma maneira também os príncipes dos sacerdotes, com os escribas, e anciãos, e fariseus, escarnecendo, diziam:

42 Salvou os outros, e a si mesmo não pode salvar-se. Se é o Rei de Israel, desça agora da cruz, e crê-lo-emos.

43 Confiou em Deus; livre-o agora, se o ama; porque disse: Sou Filho de Deus.

44 E o mesmo lhe lançaram também em rosto os salteadores que com ele estavam crucificados”

Pessoas que escutaram a mensagem do Evangelho e sabiam que Jesus afirmou ser o filho de Deus, tiveram a chance de ouvir do próprio Jesus que havia um Reino, mas escolheram o caminho dos escarnecedores e dos irreverentes.

Para essas pessoas tudo o que Deus faz, tudo o que Deus é, vira motivo de piada, de hostilidade, gente que aprende na marra que falar contra a obra de Deus é a mesma coisa que escarnecer do próprio Deus.

Saiba que suas atitudes, sua postura e suas decisões também podem te transformar em um escarnecedor. Toda vez que você não tem reverência a Deus, se torna como as pessoas desse grupo. Se você fez votos com Deus, conhece a Palavra, mas não cumpre, você esta escarnecendo da Palavra. Verifique Deuteronômio 23:21 e Eclesiastes 5:3-4.

Pessoas que em pecado, colocam as mãos na obra de Deus, todo pecado não confessado é como escarnecer o nome de Deus. Assim você estaria brincando com Deus, com a santidade de Deus e isso não é negócio. Porque a Bíblia diz que de Deus não se zomba, aquilo que o homem plantar irá ceifar. Os irreverentes precisam da graça de Deus.

3º grupo

Marcos 6:18-20

18 Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão.

19 E Herodias o espiava, e queria matá-lo, mas não podia.

20 Porque Herodes temia a João, sabendo que era homem justo e santo; e guardava-o com segurança, e fazia muitas coisas, atendendo-o, e de boa mente o ouvia.”

Herodes se impressionou com a graça de Deus, ele não desprezava as palavras de Deus, mas a graça não penetrou, ela não encontrou espaço na sua vida. Ele teve um acesso livre a graça, mas não se deixou convencer por ela.

Herodes representa aqueles que se impressionam, mas não se decidem por Jesus. Pessoas que passam a vida inteira se emocionando com as maravilhas de Deus, mas não recebem a graça. Os emocionados, os que se impressionam, precisam da graça de Deus.

4º grupo

Lucas 22:54

“Então, prendendo-o, o levaram, e o puseram em casa do sumo sacerdote. E Pedro seguia-o de longe.”

Pedro começa a seguir Jesus de longe, por um breve período se torna um espectador. Os espectadores são pessoas que gostam de assistir cultos, que se alegram com os eventos, com as salvações, pessoas que gostam de ver a Igreja crescendo, mas que simplesmente não participam. Pessoas que acompanham de longe, porém sem se envolver. Eles andaram com Jesus, mas agora se afastaram e de longe se alegram com o que vêem, amam a Deus, mas não querem participar, não querem freqüentar nenhuma Igreja. Os espectadores precisam da graça.

5º grupo

Lucas 23:39-42

39 E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo, e a nós.

40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação?

41 E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez.

42 E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.”

Grupo de pessoas representadas por um ladrão, ele que a olhos humanos tinha menos chance de conhecer a graça. Mas ele olhou para a graça e reconheceu que precisava dela.

Esse ladrão estava na condição ideal, o estado de espírito ideal, ele vivia a condição propícia para o encontro com a graça de Deus. Porque todos os outros tinham onde se apoiar, mas esse ladrão estava vazio, ele valorizava a vida porque a estava perdendo e começa a priorizar aquilo que é eterno. Ele sabia que era pecador e acreditou na eternidade.

Para conhecer a graça, para ser restaurado por ela, temos que trilhar um caminho de humildade. Aquele que se entrega sem reservas recebe a plenitude da graça de Deus. E vemos aqui um ladrão inaugurando o céu.

A que grupo você pertence?

Às vezes é dolorido acreditar que estamos tão bem com Deus e descobrir pela Palavra que não estamos tão bem assim. Mas as misericórdias de Deus continuam se renovando e pela graça Deus continua desejando transformar a nossa vida.

Deus quer nos dar uma experiência com a graça, não somente uma graça que nos salva, mas a que vai nos transformar.

Se renda completamente a graça de Deus.

Deus abençoe


Ap. Rina
Igreja Evangélica Bola de Neve
Fonte:
www.boladeneve.com

Nenhum comentário: